janeiro 16, 2016

Dica de leitura: Cinderela Pop


Finalmente tive a oportunidade de conhecer o trabalho da Paula Pimenta com suas historinhas de princesas, através do livro "Cinderela pop" e a propósito, o nome tem tudo a ver com a história do livro, já que conta a história de uma princesa (da vida real) que ama Pop.

Autor: Paula Pimenta
Editora: Galera Record
ISNB: 978-85-01-10358-1
Ano: 2015
Páginas: 160
Classificação: ♥♥♥ (BOM)

Onde comprar? Americanas || Saraiva || Submarino 


Analisando de forma crítica, o livro não é muito interessante, é uma historinha de amor adolescente, como aquelas que já estamos acostumados... não há nada de extraordinário e a leitura é bem simples e leve, nada de mais. Porém o que diferencia essa história de todas as outras é a forma como tudo aconteceu... a Paula fez como se fosse uma releitura da história da Cinderela, só que de uma forma mais "atual", o que deixou a história bem mais interessante para os dias de hoje. 


Bom, Cinderela Pop conta a história de Cíntia, uma garota de 17 anos que deixou de acreditar no amor depois que seus pais se separaram. Ela vivia na casa da tia, pois seu pai estava morando com a bruxa e as bruxinhas (a sua nova esposa e as filhas dela) e a mãe dela havia conseguido emprego importante no Japão e por esse motivo precisou ficar longe dela por alguns anos. Nesse tempo morando com a sua tia, o namorado dela, que é um Dj, descobriu em Cíntia um certo "dom" como Dj e a convidou pra tocar nas festas com ele.

Certo dia ela teve que ficar disfarçada na festa das suas meio-irmãs, pois seu pai não poderia nem sonhar que ela era Dj e foi aí que conheceu Fredy Prince (Frederico). Fredy era um cantor (super fofo) famoso entre todas as jovens... e então Cíntia acabou se apaixonando por ele e por incrível que pareça (ou não, já que estamos falando de uma história de princesas) ele também se apaixonou por ela.


Infelizmente nem tudo é tão fácil quanto parece ser, a madrasta de Cíntia fez de tudo para não permitir o romance entre os dois e acabou se tornando uma verdadeira bruxa. Mas, como toda princesa, Cíntia tinha sua fada madrinha, que a resgatou do Castelo no último instante, a vestiu como uma princesa e a levou ao encontro do seu Príncipe. 

Como em toda história de princesa, essa história conta com a participação da bruxa, da fada madrinha, do Príncipe, da princesa e do famoso e tão esperado final feliz. 

Apesar de ter ficado super encantada com Fredy Prince e muito feliz por Cintia ter descoberto de novo o amor, continuo com a certeza de que amor assim só existe mesmo nos livros ou nos filmes de Hollywood. Pode ser que exista, mas tem se tornado (infelizmente) casa vez mais raro. E por mais que seja difícil admitir, todas nós somos um pouco como a Cíntia, temos a capacidadede de nos demonstrar fortes e completamente resistentes a qualquer sentimento, mas no fundo no fundo, não passamos de uma menininha que sonha com o Príncipe dos contos de fadas, e ao contrário do que muitos pensam, ele não precisa vir montado num cavalo Branco.


Enfim, o que era pra ser uma resenha acabou se tornando meio que um desabafo. Mas é isso, espero que tenham gostado. Já leu algum livro da Paula Pimenta? O que achou? Deixa aí nos comentários pra gente conversar um pouquinho. Beijos e até logo
Ele ficou me encarando por uns segundos e durante esse tempo senti novamente aquela sensação da primeira vez que nos encontramos. Um frio na barriga misturado com uma vontade de chegar mais perto. Página 132
Me acompanhe nas redes sociais 

2 comentários:

  1. Ja li todos os livros de Fazendo o meu filme, dois livros de Minha vida fora de serie e A princesa adormecida. Os livros da Paula geralmente são para meninas mais novas e eu acho incrivel como os livros dela são ótimos e influenciam varias meninas mais novas, nos seus 12 ou 13 anos, a começar a se interessar logo cedo por leitura. Eu li Prince Adormecida, e apesar de ser uma historia mais voltada pro publico infantil ainda assim te prende, acho os livros da Paula importantissimos hj em dia, espero que mais crianças conheçam mais do trabalho dela e peguem gosto pela leitura tbm.
    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente pude perceber isso ao longo da leitura. São histórias voltadas mais para o público adolescente, a narrativa é bem descontraída e leve. Achei bem legal, mas não é uma leitura digamos, muito interessante em minha opinião. Beijos :*

      Excluir

Pessoinha, obrigada por deixar seu comentário! Lembrando que não gosto de spans, ok? Nada de "Seguindo, segue de volta?" Se você deixar o link do seu blog, eu vou visitar e se eu gostar vou seguir ♥ Beijos!

 
∴ Aventuras Literárias 2016 - 2018 ∴ © Todos os direitos reservados // Créditos // voltar para o topo